parallax background

Redenção

Missão dada é missão cumprida
Dezembro 14, 2018
Mais vivo do que nunca
Janeiro 11, 2019
 

A vitória veio para tirar a urucubaca

Água mole, pedra dura… não, é melhor deixar este dito popular para trás e começar de um jeito diferente. Jeito novo, para um novo vencedor, que a muito via os seus resultados conquistados no decorrer das provas irem pelo ralo por conta de inúmeros fatores, sejam eles problemas no jogo, erros individuais ou até mesmo atrapalhos de outros pilotos, mesmo que fossem involuntários. Agora não existem mais desculpas e, Vinicius Sena fez juz à sua excelente pilotagem e estratégia de ponta no veloz circuito de Monza. Não foi tão simples quanto parece, afinal alguns pequenos percalços o jogaram para o fim do pelotão, ficando sem bico e tendo que remar posição por posição, realmente, fez milagre, mesmo sabendo que sua Force India tem um motor Mercedes, ainda é uma Force India.


 
44_RS_F1-Hardcore-50-Season02_Etapa06

 

Foram 14 posições bem conquistadas por Vinicius, iniciando de pneus amarelos, eu mesmo disse quando ele assumiu a ponta: É melhor parar agora para ter chances maiores de briga, e mesmo assim ele acabou estendendo, e voltou de pneu vermelho, para ser voador e assumir muitas posições na pista. De Ramon a Rafinha, foi preciso e esperto, enquanto seus adversários diretos optaram pela ‘’segurança’’ do composto médio, e sofreram com isso depois, ele só teve o trabalho de abrir a vantagem e cruzar a linha. Mais uma prova, com mais um piloto diferente, e claro, uma bela de uma vitória.



 

André acabou fazendo uma corrida bem consistente de Red Bull, é verdade que poderia ter dado um pouquinho mais, ser mais agressivo talvez, com a permissão que o motor lhe dera, mas, foi conservador e diante de algumas punições à Rafinha ele pôde subir no pódio. E por falar em Rafinha, que bela prova, chegando a andar na frente, tinha tudo para vencer, mas o equívoco do composto branco, o deixou lento demais, sem rendimento para tirar as diferenças, e com isso Lucas Yan que foi o 2º, conseguiu chegar e assustar, e põe assustar nisso. Ele foi grande responsável por interromper a prova de Rafinha e protagonizar ao seu lado uma disputa insana, coisa de gente grande, de pilotos jovens mas que tem o espírito lutador da F1 nas veias, que briga maravilhosa!, talvez o retardatário tenha feito o que não devia, mas, acontece.


 
45_RS_F1-Hardcore-50-Season02_Etapa06

 

Mais uma vez aqueles pilotos que largaram com Mercedes e Ferrari não foram bem. Resultados ruins, bem abaixo para quem tinha os melhores motores do grid, claro, eles não obrigados a vencer, e o carro muitas vezes não determina nada, mas uma forcinha a mais sempre ajuda por parte do piloto. O certo é que terão tempo para treinar, as férias chegaram, e precisamos vê-los inteiros ano que vem. Façamos como Vinícius, deixemos para trás o que de ruim aconteceu, e que seja um 2019 iluminado e potente para todos nós. XÔ URUCUBACA!

Mauricio Klippel


 
48_RS_F1-Hardcore-50-Season02_Etapa06
50_RS_F1-Hardcore-50-Season02_Etapa06


 

Súmula GP de MONZA - PC HARDCORE 50% - Etapa 06 - 17/12/2018

Carros escolhidos através de leilão.

Classificação:

  1. Rafael Irineu - Force India - Pole position
  2. Thaigo Vaz - Haas
  3. Lucas Yan - Haas
  4. André Silva - Red Bull
  5. Luiz Ramone - Renault
  6. Ramon Lima - Mercedes
  7. Gabriel Romais - Sauber
  8. Rodrigo Trindade - Sauber
  9. Marcos Strong - Red Bull
  10. Lucas Araújo - Ferrari
  11. Jhonatan Nicácio - Toro Rosso
  12. Sandro Oliveira - Mercedes
  13. Jadilson Montenegro - Renault
  14. Demétrio Almeida - McLaren
  15. Gustavo Silva - Ferrari
  16. Thiago Mambretti - McLaren
  17. Vinicius Sena - Force India
  18. Gerson Bolha - Williams

MAYCON SANTOS E DIEGO LEITÃO NÃO COMPARECERAM NA PROVA.

Resultado:

  1. VINICIUS SENA - FORCE INDIA - MELHOR TEMPO DE PROVA - 1;22;969 - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  2. LUCAS YAN - HAAS - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  3. ANDRÉ SILVA - RED BULL - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  4. RAFAEL IRINEU - FORCE INDIA - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  5. RAMON LIMA - MERCEDES - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  6. JHONATAN NICACIO - TORO ROSSO
  7. RODRIGO TRINDADE - SAUBER
  8. LUCAS ARAÚJO - FERRARI
  9. LUIZ RAMONE - RENAULT - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  10. SANDRO OLIVEIRA - MERCEDES
  11. GUSTAVO SILVA - FERRARI - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  12. GABRIEL ROMAIS - SAUBER
  13. DEMÉTRIO ALMEIDA - MCLAREN - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  14. GERSON BOLHA - WILLIAMS - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  15. THIAGO MAMBRETTI - MCLAREN - VENCEDOR DA RIVALIDADE

Pilotos que não completaram:

  • THAIGO VAZ - SAUBER
  • MARCOS STRONG - RED BULL
  • JADILSON MONTENEGRO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *