parallax background

Quando se trata de Mônaco, tudo pode acontecer

Pablo Rodrigues
Maio 10, 2019
Paulo Jah Jah Know
Maio 14, 2019
 

Lamentos, alegria, pedidos de desculpas e feitos incríveis embalam o apagar das luzes na categoria PRO do PC


 
RealityXP_Mundial_RS_PC_PRO_ETAPA_6_

 

Bem, é mais um GP de Mônaco. Emoções fortes rodeiam o circuito que só não é um cemitério de carros de F1, porque é luxuoso demais para tal. A quantidade de abandonos impressiona, e na maioria das vezes nem é por imperícia do piloto, mas sim pelo fato de ter que andar no limite do traçado o tempo todo, isso causa fadiga, e nesta pista se piscar, você já era. Apenas oito cruzaram a linha hoje. Grandes acontecimentos rodearam a categoria, a começar pela chuva, que chega num temporal. Pneus azuis para muita água e pilotos surpresos pelo clima, outro fator que redobra a cautela adotada na hora de largar, felizmente todos estavam espertos. Mesmo que alguns não gostem da pista, todos conhecem sua fama. Eu conheço também a fama dos competidores, sei como cada um se comporta, e por isso mesmo antes de começar coloquei Diego Ramirez que largaria em 2° de McLaren e Eraldo em 12º de Mercedes, ambos absurdamente competitivos e competentes. Se pararmos para pensar suas posições e seus carros eram equivalentes num olhar geral bem a grosso modo.


 
RealityXP_Mundial_RS_PC_PRO_ETAPA_6_3

 

A alegria citada é a de Paulo Felipe, cara boa praça e piloto muito constante. Ele não é um destruidor de tempo, porém é um bom observador dentro da pista, e seu estilo pensante o deu a vitória numa hora ótima no quesito campeonato. Tirando Eraldo, todos os demais favoritos incluindo Diego e Thales Carvalho deram adeus, o primeiro liderou por muito tempo, e o segundo foi genial de Williams até passar a barreira do aceitável na hora de segurar as Mercedes em briga direta. Tudo isso foi um abraço para Paulo, que tratou de segurar Eraldo até o limite do limite, abriu por um bom tempo na casa dos 8 segundos, mas os dois tinham pneus vermelhos com o mesmo número de voltas, parar? Não, seria decidido no braço mesmo e com um trabalho de equipe impecável da Haaspoint.


 
RealityXP_Mundial_RS_PC_PRO_ETAPA_6_4

 

Os lamentos são do piloto da Mercedes, Rhapysoddy buscou uma recuperação, e também Paulo Felipe, com asa quebrada e tudo ele poderia ter vencido, passou o colega da Haas lindamente depois de garimpar o tempo, mas a tristeza vem a galope com as punições, que foram muitas, e já é a segunda prova que deixa de vencer por conta das mesmas. Ele sabe que precisa melhorar, pode ser por dirigir no teclado? Quem sabe, mas o cansaço também pegou, desgaste e uma frustração sem tamanho. Sabe a asa de Eraldo?, Ela foi tirada por Fernando Muniz, que gentilmente pede desculpas, e recebe o selinho de ‘’a minha melhor corrida até aqui’’. Também de Mercedes, observei um piloto diferente, que sabia que poderia fazer muito dentro daquele carro, e foi o que fez desde a largada. Sangue nos olhos e uma postura de lutador. Ele tira inacreditáveis 31 segundos de Eraldo, sem asa, é verdade, mas em pouquíssimas voltas, setor a setor, e quando as duas últimas voltas chegam, a conexão cai, se bateu desespero em mim, imagine só, nele. Passou em primeiro lugar pela falta de sincronia, mas foi um senhor 3º pelo espetáculo de prova que fez. Resumindo e sem confusões, foi uma grande prova com um grande pódio. Paulo Felipe, Eraldo e Fernando.


 
RealityXP_Mundial_RS_PC_PRO_ETAPA_6_2

 

Mauricio Klippel



 

Súmula GP de MÔNACO - PC PRO 100% - Etapa 06 - Data 13/05/2019

Carros adquiridos através do sistema XP CARDS.

Classificação:

  1. Thiago Mambretti - McLaren - Pole position
  2. Diego Ramirez - McLaren
  3. Gerson Bolha - Red Bull
  4. Fayol Aguiar - Toro Rosso
  5. Thales Carvalho - Williams
  6. Raphael Lobo - Haas
  7. Ramon Lima - Renault
  8. Northon Motta - Ferrari
  9. Marcos Strong - Sauber
  10. Fernando Muniz - Mercedes
  11. Eraldo Rhapsoddy - Mercedes
  12. Thiago Ramos - Red Bull
  13. Matheus Bonotte - Toro Rosso
  14. Yan Willian - Sauber
  15. Railton Melo - Renault
  16. Rander Barros - Force India
  17. Henrique Aires - Force India
  18. Paulo Felipe - Haas
  19. Lucas Cordeiro - Ferrari

GERSON BOLHA, RAILTON MELO E MATHEUS BONOTTE NÃO PARTICIPARAM DA PROVA.

Resultado:

  1. PAULO FELIPE - HAAS - VENCEDOR DO DESAFIO XP CARDS - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  2. ERALDO RHAPSODDY - MERCEDES - VENCEDOR DO DESAFIO XP CARDS - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  3. FERNANDO MUNIZ - MERCEDES - VENCEDOR DO DESAFIO XP CARDS - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  4. NORTHON MOTTA - FERRARI
  5. RAMON LIMA - RENAULT - MELHOR TEMPO DE PROVA - 1;11;964 - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  6. LUCAS CORDEIRO - FERRARI - VENCEDOR DO DESAFIO XP CARDS - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  7. THIAGO MAMBRETTI - MCLAREN - VENCEDOR DA RIVALIDADE
  8. RANDER BARROS - FORCE INDIA - VENCEDOR DA RIVALIDADE

Pilotos que não completaram a prova:

  1. RAPHAEL LOBO - HAAS
  2. DIEGO RAMIRES - MCLAREN
  3. HENRIQUE AIRES - FORCE INDIA
  4. THALES CARVALHO - WILLIAMS
  5. THIAGO RAMOS - RED BULL
  6. YAN WILLIAN - SAUBER
  7. FAYOL AGUIAR - TORO ROSSO
  8. MARCOS STRONG - SAUBER

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *