parallax background

Quem com ferro fere, com ferro será ferido

Paulo Jah Jah Know
Maio 14, 2019
A bola pune
Maio 15, 2019
 

Depois de muito vencer, Antunes é derrubado por Corbari

Seja futebol masculino ou feminino, João Antunes é sempre João Antunes. Perigoso e muito agudo, como é sua característica mais marcante. Aquele que seria o responsável por tentar pará-lo se chama Rodrigo Corbari, um nome a ser gravado e que já é um veterano por aqui. Com os caminhos sendo cruzados numa Semi-Final de Copa Internacional Feminina chegaria a hora da tentativa, daquela que ninguém sequer conseguiu avançar por mais de um momento de euforia na partida que logo tem o desejo enterrado. Não é impossível vencer João, basta encontrar seus pontos fracos, fácil não é? Não! Mas é preciso tentar, é preciso se arriscar, e foi o que Rodrigo fez. Me surpreendeu ver um futebol tão abaixo executado pela Inglaterra de João, simplesmente não aplicou em campo seus maiores méritos, muito pelo contrário, de maneira inacreditável vi apenas os defeitos.

A Espanha de Corbari causou o que por incontáveis vezes seu adversário causara aos anteriores, pressão absurda, marcação por zona num espaço muito curto e perigos de gol constantes. Não houve nada disso pela parte de João. Sinceramente, eu não quero acreditar num desleixo pela parte dele, não acredito que uma cabeça de campeão e de referência como ele é, tenha ‘’jogado por jogar’’, e claro, jamais poderia eu anular os enormes méritos de Rodrigo, que sim, jogou e jogou muito! Inclusive infiltrando por dentro das zagueiras adversárias e fazendo seu gol em bola alçada para finalizar em cabeceio. Isso eu nunca vi acontecer, até porque as linhas de defesa de João sempre recompõe de maneira agrupada, sendo difícil até mesmo chegar na frente da área, que sá, sofrer um gol.

Os erros de finalização que ele cometia muitas vezes se repetiram aqui, tanto que seu time foi dominado e o vi somente jogando em contra ataque, sejam eles com bolas diagonais que paravam nas linhas de 4 da Espanha ou com inacreditáveis ligações diretas sem futuro. Estava desnorteado, e sofreu nas mãos de alguém que espelhou seu modo de jogar, vejam bem, espelhou e não imitou. Rodrigo foi perfeito principalmente no quesito defensivo, onde anulou e obrigou joão com o campo curto a dar balões. Bola na trave, boas finalizações e um time que não foi covarde, soube segurar a máquina Antunes e ir direto para a Final. A hora agora é de concentração, em TEORIA, o pior já pode ter passado.

Mauricio Klippel


 
RS_CopadoINTERNACIONALFeminina_RealityXP_RODRIGO_CORBARI_VENCEDOR

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *